• A Escola Técnica de Artes, vinculada a UFAL, pertence ao Instituto de Ciências Humanas, Comunicação e Artes (ICHCA). Foi criada por meio da Resolução nº65/2006 do Conselho Universitário da UFAL (CONSUNI/UFAL) em 06 de novembro de 2006. 

    Área de atuação: Ensino médio subseqüente, ensino profissional técnico e prestação de serviços para a comunidade escolar e geral no campo das Artes.
    ETA LOGO
    Modalidade de Ensino: Ensino médio subseqüente, ensino profissional técnico. Atualmente contamos com os Cursos Técnicos de Arte Dramática, Dança, Produção de Moda, Canto e Instrumento Musical.

    Meta: Integração entre a Escola e a Comunidade, uma vez que a formação do profissional deve estar em estreita relação com as necessidades do mercado de trabalho. Nesse sentido, a Escola Técnica de Artes elege como uma das suas principais metas a aproximação Escola-Comunidade como forma de estreitar as relações entre a formação técnica escolar e o mercado de trabalho. Além disso, realiza parcerias com os órgãos de cultura e entretenimento, elabora programas de apoio ao processo de aprendizagem, bem como presta serviços no campo das Artes e da Cultura.

    Trabalho pedagógico: Fornecer as competências, habilidades e atitudes que contribuam para a formação geral do educando na área de saber das Artes, de acordo com o Projeto Pedagógico de cada Curso, tanto para o mundo do trabalho como para o efetivo exercício da cidadania, com organização curricular própria e independente do Ensino Médio, conforme Decreto 5154 de 23/07/04, que dispõe sobre a oferta de Escolas Técnicas vinculadas as Universidades Federais.

    Nossa Missão: Promover o ensino das linguagens artísticas com qualidade técnica, no Teatro, Dança, Música e naquelas que vierem a ser criadas, formando um cidadão e uma cidadã com amplos conhecimentos artísticos, humanísticos, científicos e tecnológicos que garantam a competência profissional e o exercício efetivo da cidadania, desenvolvendo uma ação educativa no campo das Artes e da Cultura.

    Nossos Princípios: Inspirados nos propósitos estabelecidos no momento da criação do Curso de Formação do Ator, reconhecido em 1998 pelo MEC, cujos princípios fundamentaram-se em criar um espaço de formação profissional na arte do ator e atriz, com um curso inovador de idéias arrojadas a partir da cooperação, da solidariedade, sobretudo, dos princípios democráticos e, portanto, com a participação efetiva da comunidade escolar.

    Gestão Participativa: Estimula a participação ativa dos que lhe fazem nas decisões administrativas e pedagógicas, de acordo com o seu Regimento, no processo de construção de uma sociedade democrática e humanitária, sempre visando cumprir rigorosamente a sua Missão, focando esforços no sentido de aperfeiçoar e avaliar constantemente o seu trabalho pedagógico.